Postadores do Mês
Lufa-lufa
000
Grifinória
000
Corvinal
000
Sonserina
000
Últimos assuntos
» Registro do Espelho do Destino
Qua 19 Abr 2017, 12:11 por Petra Kim DiNozzo

» Produtos
Ter 28 Mar 2017, 21:13 por Petra Kim DiNozzo

» Interior da Floresta Negra
Qui 16 Mar 2017, 23:00 por Circe, o Basilisco

» Cela 32
Qui 16 Mar 2017, 22:40 por Robert S. Winchester

» Entrada de Azkaban
Qui 16 Mar 2017, 22:40 por Circe, o Basilisco

» Escritório
Qui 16 Mar 2017, 14:41 por Emily R. Watsgrint

» Campo de Quadribol
Seg 13 Mar 2017, 16:18 por Isabella F. Highmore

» Corredores do Quinto Andar
Dom 12 Mar 2017, 22:27 por Emily R. Watsgrint

» Pedidos do RPG
Dom 12 Mar 2017, 21:28 por James C. Armstrong

Conectar-se

Esqueci minha senha

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 42 em Ter 17 Jun 2014, 19:05
Parceiros 4/44

Baile de Boas-Vindas

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Baile de Boas-Vindas

Mensagem por Alexia R. Watsgrint em Sex 06 Fev 2015, 12:40

Relembrando a primeira mensagem :


Baile de Boas-Vindas



Um enorme espaço de Hogwarts, mas especificamente um salao é aberto para o baile de Boas-Vindas dos novos alunos em Hogwarts, a decoraçao do baile e de um tom vermelho, que representa a forte energia e positividade que Hogwarts quer dar aos novos alunos, como se fosse um convite para pertencerem a Hogwarts como um só. O teto é iluminado por estrelas dentro de um fundo enorme preto, um efeito de um feitiço que faz parecer que o teto é basicamente a noite mais linda.

O tom vermelho pode estimular a formaçao de casais no baile, mas nao era intençao da decoraçao do baile e sim fazer os novos alunos se sentirem Bem vindos a Hogwarts.



Alexia Robb Watsgrint
Hogwarts Direção
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 78
Casa:: Corvinal
Time: Canhões de Chudley

Alexia R. Watsgrint
http://acciohogwarts.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Baile de Boas-Vindas

Mensagem por Luck (Fortuna in Ludis) em Sab 07 Fev 2015, 23:04


Ataque de Hogwarts



O ataque dos comensais em Hogwarts durara ate o dia 12 de fevereiro, a regra fora explicada pela comensal Nathalie, cada aluno pode postar em dupla ou  sozinho em qualquer area de Hogwarts, um dos cinco comensais ira atras de você. O comensal poderá postar em mais de um lugar diferente, podendo assim estar duelando com dois alunos em lugares diferentes (O tempo não é determinado nas postagens, permitindo assim que ele possa atuar em dois lugares em horários diferentes)

Nesse jogo, os comensais podem deixar você bem machucados, ate hospitalizados, mas mata-los eles não tem permissão. Todos os comensais tem a obrigação de deixar os alunos revidarem os ataques, aconselho marcarem com tais por coruja o fim do duelo ou fazer por lança dados ou uma das regras de duelo.

Caso você escolha se esconder em sua comunal, não pense que escaparas, cada comensal é pelo menos de uma das casas, podendo assim entrar na comunal.

A pedido do Lorde, nenhum aluno ira esbarrar com ele

Staff
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa::
Time: Nenhum

Luck (Fortuna in Ludis)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Baile de Boas-Vindas

Mensagem por James C. Armstrong em Dom 08 Fev 2015, 00:04



Baile



- Alguma ideia do que fazer agora? - Falou e lhe dei um sorriso, ira chamar Emily para dançar uma musica lenta, era tudo o que eu precisava naquela noite, mas eu estava prestes a falar quando uma coruja pousou em meu braço. Estranhei, nesse horário as corujas costumavam ficar descansando, sem falar que aquela coruja mal tratada era desconhecida. Peguei o bilhete que tinha em sua perna e ela saiu voando. Abri o bilhete e o li enquanto Emily perguntava o que tanto tinha escrito, era um bilhete de Nathalie, minha mãe, ela pedia um encontro urgente, era sobre o ataque.

Me espantei, ela não podia estar querendo realiza-lo justo hoje. - Eu ja volto Ems - Falei me direcionando para a porta, mas a corvina me segurou pelo braço, lhe olhei para ver o que ela queria. - Vai me deixar aqui? Serio? - Falou e eu me lembrei das vezes que Robert lhe havia deixado sozinha, talvez ela tivesse um trauma com tal ato. Minha dança, pelo jeito havia ido para o beleléu, me aproximei rapidamente de Emily e lhe puxei para um beijo, ela nao resistiu, mas pareceu um tanto surpresa, pois demorou para retribui-lo. O beijo havia sido ótimo, mas meus nervos em relação a minha mãe, me fizeram solta-la. - Isso garante que eu volto por voce - Falei sorrindo e em seguida caminhei apressado para fora da festa, deixando Emily ali espantada.

James Marie NicklausRobertEmilyMilenaJackPensamentoEdwardSean
thanks juuub's @ cp!  






James Crawford Monreal Armstrong
People who make us happy, are never the people who we expect...
Corvinal
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 14
Casa:: Corvinal
Time: Tornados de Tutshill

James C. Armstrong

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Baile de Boas-Vindas

Mensagem por Theon F. Highmore em Dom 08 Fev 2015, 14:32


Baile Arruinado



Os trinta minutos se passaram e senti as cordas ficarem soltas o que nos fez cair da parede pro chao. Me levantei e corri ate a Alexia que já estava se levantando - Voce esta bem? - perguntei e ela me afirmou com a cabeça, ela estava aflita, se passara trinta minutos e ela não tinha noticia de alunos e nem de seus filhos. Ela retirou seu salto alto e pegou sua varinha, fiz o mesmo, porem mantive meus calcados no pé.

Caminhamos ate a porta do salao, onde iriamos nos separar para facilitar a procura de alunos feridos, lhe olhei antes dela ir para o lado oposto ao meu. - Cuide-se - Falei e ela afirmou e me desejou o mesmo, em seguida me virei e comecei a caminhar em passos rapidos em direçao oposta a da Alexia para procurar alguem que precisasse de ajuda.




Professor Substituto
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 1
Casa:: Grifinoria
Time: Morcegos de Ballycaste

Theon F. Highmore

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Baile de Boas-Vindas

Mensagem por Alec S. Duchanne em Seg 09 Fev 2015, 14:30

Comensais?

Sai da comunal muito feliz por ter arranjado alguém pra ir ao baile comigo. Caminhei até o local onde aconteceria o baile dei uma breve olhada no local estava mais ou menos cheio, muitos alunos não viriam, mas tinham seus motivos. Voltei um pouco meus passos e fique a espera de Jessica na curva que dava até o corredor onde localizava-se o baile.

Após uns minutos a minha chegada, percebo passos lentos e aquele som de salto batendo no chão, me viro para ver quem vinha talvez fosse alguém que conhecesse e pudesse cumprimentar. Mas assim que me viro, lpa estava ela, mais linda que o normal ainda mais bela que ela mesma, estava linda. Olhava ela da cabeça aos pés enquanto ria pegava sua mão e começava a girá-la para ver de todos os ângulos a minha bela companhia para o baile. Dobro e estico meu braço direito para ela e caminhamos juntos até a festa.

Adentramos o local sorridentes e a observar a decoração e todos que ali estavam, comidas bebidas e ela. Havia um mesa vazia bem ao lado esquerdo do grande salão, caminhamos até lá e nos sentamos. Me levanto para pegar algo para beber enquanto Jessica conversava com outros nas mesas ao lado.
Volto para a mesa com as bebidas em mãos, mas quando íamos dar a primeira golada de tal bebida que não sabia bem que era. Alguém aparece e começa a falar alto chamando atenção de todos, erma comensais.

Ela começou a falar algo sobre um jogo em que tínhamos que correr e nos esconder é claro, todos obviamente começas a correr, não que fosse para jogar o jogo de vida ou morte mas sim para salvar suas vidas. - Vamos! grito para Jessica pegando-a pela mão que assim como eu estava assustada com o ocorrido e saímos correndo dali para tentar nos esconder dos comensais.

Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 20
Casa:: Sonserina
Time: Morcegos de Ballycaste

Alec S. Duchanne

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Baile de Boas-Vindas

Mensagem por Robert S. Winchester em Ter 10 Fev 2015, 11:22







John B. Smooken


Enquanto caminhava em direção ao banheiro dos monitores, resolvo passar no salão de festas primeiro, a escola estava repleta de primeiranistas e era bem capaz de um ou outro estar em situação perigosa, ou muito ferido, ainda ali dentro, Circe me seguia de perto, sempre com os olhos bem fechados, caminhei em direção ao salão e abri a porta.
O salão estava completamente vazio, sorri e me aliviei, então eu só precisaria ir em direção a Emily e salvá-la do que pudesse vir a acontecer, assim que dei as costas ao salão ouvi um ruído vindo de dentro do mesmo, me virei novamente e adentrei no salão, ele estava uma bagunça completa, olhei ao redor e avistei uma garota caída no chão, atrás de uma mesa virada, caminhei até ela calmamente, ela me encarou assustada, mas ficou aliviada ao notar minhas festes, por coincidência eu usava o sobretudo negro com o brasão de monitor da Sonserina, vestimenta que eu havia ignorado a maior parte daquele início de ano.
- Comensais!
- Eu sei... – me abaixei e olhei para ela, havia um corte em sua perna, apontei a varinha para o corte – Asclépio! – o corte se cicatrizou, a garota me encarou e sorriu.
- Muito obrigada, eu... – o olhar dela fora de total assombro, eu notara que ela queria gritar, mas não encontra forças para aquilo, saquei minha varinha e me virei rapidamente, apenas para encarar a enorme serpente branca atrás de mim, sorri e encarei a garota.
- Não se preocupe com ela... Ela não vai te fazer mal algum!
- Ela? – a garota me perguntou extremamente assustada.
- Sim, esta é Circe, é meu basilisco. – a garota me encarou – É uma longa história e espero que fique só entre nós! – ela continuou me encarando, completamente assustada, sorri – Circe é meio que uma herança de família, ela obedece apenas à mim e eu ordenei que ela fique de olhos fechados praticamente o tempo inteiro, sendo assim não precisa se preocupar, ela é inofensiva até que eu fale algo para que ela deixe de ser. – olhei para a perna dela – Já consegue se levantar? – ela fez que sim com a cabeça, sorri e a ajudei a se levantar, assim que ela já estava de pé ouvi o barulho de mais alguém entrando no salão, ergui a cabeça e encarei para ver quem era, não consegui conter o sorriso.
- Parece que o destino sorriu para mim! – o comensal sorriu – Encontrei justo quem eu desejava encontrar!
- John B. Smooken… - o encarei e sorri, era obvio que ele não tinha intensão de nada além de duelar comigo, mas Circe o impedia de iniciar o duelo, sorri, todos os nossos encontros anteriores terminavam, de certa forma, em um empate, talvez Merlin houvesse decidido que hoje seria o grande desempate da rodada - Legilimens!
Eu sabia que não podia perder tempo, não com aquele comensal em particular pelo menos, de modo que eu havia decidido que basearia meu ataque contra ele em cima do que ele já havia feito em Hogwarts, para o azar dele o que ele já tinha feito era imperdoável.
- Como ousa? – o encarei friamente – Você podia ter atacada qualquer outra pessoa... Na verdade nem mesmo me importaria se você tivesse matado Nicklaus... Mas cometeu um erro ao levantar a varinha contra minha irmã!
- Ah... – ele sorriu – Aquela garota? Aquele projetinho de monstro era patético! Nem teria graça ficar chutando aquilo!
- Verdimillious! – John fora arremessado para trás, antes mesmo que ele caísse no chão apontei a varinha para uma coluna, próxima à onde ele cairia - Carpe Retractum! – eu fui atraído em direção a coluna, mas assim que me aproximei o suficiente da coluna, apontei a varinha para John - Carpe Retractum! – eu comecei a voar em direção a John, com o dobro da velocidade de antes, antes de chegar até ele eu girei meu corpo de modo que meus dois pés acertassem o peito de John, o arremessando para longe novamente, eu avancei contra ele cegamente desferindo diversos socos contra ele, por um descuido meu John tocara a ponta de sua varinha em meu peito.
- Verdimillious!
O feitiço me arremessou para trás, fazendo com que eu voltasse voando para dentro do salão de festas, antes de atingir o chão eu girei meu corpo para trás, caindo de pé, e apenas chiando para trás, voltando a encará-lo friamente, ele se levantou e caminhou até a porta do salão, sorrindo.
- Você ficou mais forte desde o nosso último encontro!
- Messstre!
- Circe! – o basilisco ficou em silêncio – Escolte a garota até algum lugar seguro, depois me encontre no banheiro dos monitores, se não souber aonde fica é só seguir meu cheiro!
- O que? – John gargalhou – Acha mesmo que seu “cheiro” vai deixar este salão? – continuei o encarando, John sorriu e permitiu que Circe e a garota deixassem o salão, ele queria um acerto de contas e não perderia aquilo por nada – Espero que esteja preparado para morrer! – ele disse assim que Circe e a garota estavam longe o suficiente.
- Ansioso! – sorri – Pena que não será hoje este dia não é mesmo?
- Quer apostar?
- Já apostei... – eu mirei em seu pescoço rapidamente – Diffindossum!
- Protego! – o feitiço se dissipou no ar, John sorriu – Parece que quer mesmo levar o duelo a sério... Nesse caso... Avada Kedavra!
- Avis! – uma pequena poção de corvos surgiu da ponta de minha varinha, servindo como escudo para a maldição da morte.
- Que cruel! – disse John de forma sarcástica – Usar um ser vivo como escudo!
- Pois você deveria agradecer por eu não saber conjurar sua mãe! – John ficou em silencio, eu via a fúria em seu olhar, finalmente o duelo iria começar, ficamos imóveis por alguns segundos, até que eu dei o primeiro passo - Daemonum Incantatio!
John saltou para o lado, desviando do lampejo, e apontou a varinha para mim, lançando três feitiços simultâneos, a maldição da morte, o Expelliarmus e o Verdimillious.
- AVIS! – gritei saltando para trás – Protego!
Embora havia conseguido me livrar dos dois primeiros, o terceiro feitiço me arremessou contra uma pilha de cadeiras e mesas, assim que atingi o chão notei que a mesa se tratava da mesa de aperitivos, sorri e apontei a varinha para os aperitivos.
- Uédiuósi! – uma chuva de comida fora arremessada em direção de John, que praguejava toda vez que um espetinho o acertava no rosto, apontei a varinha para a maior mesa que encontrei – Wingardium Leviosa! Fiz com que a mesa flutuasse mirando-a na direção de John – Estupefaça! – a mesa foi a toda velocidade na direção do Comensal.
- Bombarda! – enquanto os destroços da mesa voavam por todo lugar John sorria – Acha mesmo que vai me vencer com isso?
- Não! – gritei correndo em sua direção – Vou vencê-lo com isto! – Saltei sobre ele e acertei com toda minha força uma tigela na cabeça de John, o que o fez cambalear um pouco.
Ele sorriu e se virou rapidamente na minha direção, me acertando um chute rápido, o que me fez cair no chão, rapidamente apontei a varinha para o chão e conjurei o feitiço fumus, enchendo o lugar de fumaça.
- Ascendio!
Enquanto eu era arremessado para cima, localizei John em meio a fumaça, sorri e apontei a varinha em sua direção, mas antes que eu fosse capaz de conjurar qualquer feitiço John virou na minha direção e, apontando a varinha, conjurou um feitiço que me fez chocar contra o piso, senti o gosto de sangue vir a boca enquanto ouvia a gargalhada de John.
- Você é completamente previsível garoto! – ele parou perto de mim – Por sua petulância... Sofra um pouco! – ele apontou a varinha para mim – Crucio! – em me contorci de dor, ele encerrou o feitiço e sorriu - Flagelum Nerus! – eu senti a forte chicotada nas costas, de modo que toda minha voz sumiu de tanta dor, ele repetiu o feitiço mais duas vezes antes de voltar a gargalhar, eu fechei os olhos, a dor era intensa, mas eu não podia desistir, não naquele momento, abri os olhos e vi um garfo ao alcance de minha mão, sorri, e agarrei o garfo, girando o corpo e cravando o garfo na perna de John, ele soltou um urro de dor, apanhei minha varinha e apontei para ele.
- Verdimillious! – ele foi arremessado para trás, me levantei, ainda cambaleando e apontei a farinha para frente – Fumus! – o ambiente voltou a se encher de fumaça, respirei fundo e fechei os olhos, me concentrando no barulho que John faria ao se levantar, não demorou muito para que eu soubesse onde atacar, apontei a varinha para a mesa mais ou menos no rumo onde imaginava que John estaria – Estupefaça! – a mesa saiu voando de perto de mim, ouvi o barulho dela se quebrando devido ao feitiço Bombarda, sorri – Avada Kedavra! – eu sabia que John não seria pego por aquele feitiço, por isso lancei outro logo em seguida – Incarcerous! – assim que lancei o feitiço corri para fora da cortina de fumaça, assim que avistei John, com as pernas presas por correntes, apontei a varinha em direção a uma cadeira que estava em frente a ele – Depulso! - a cadeira voou em sua direção o acertando com força no peito, John caiu para trás, mirei na varinha dele – Expelliarmus!
Ele olhou espantado quando viu sua varinha voar para longe, sorri e corri até ele, ele me encarou furiosamente, mas sabia que estava derrotado, bruxos não duelavam muito bem sem varinhas, encarei o garfo ainda preso em sua perna, um golpe de sorte, literalmente.
- Então... Parece que venci... – apontei a varinha na direção de John – Crucio! – o observei se contorcer de dor, após alguns minutos sorri e o liberei do feitiço – Adoraria ficar e brincar um pouco mais... Mas estou meio sem tempo... – sorri – Estupefaça!
O feitiço acertou John em cheio, o deixando inconsciente, o encarei por alguns minutos, depois caminhei em direção a porta do salão de festas, deixando aquele lugar.


Legenda:

Narração   ɸ ɸ ɸ Robert S. Winchester ɸ ɸ ɸ Circe, o Basilisco ɸ ɸ ɸ Aluna Novata ɸ ɸ ɸ John B. Smooken





ɸ Slytherin ɸ

Robert S. Winchester
Monitor Sonserina
avatar

Perfil Escolar
Nivel de Experiencia: 26
Casa:: Sonserina
Time: Morcegos de Ballycaste

Robert S. Winchester

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Baile de Boas-Vindas

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum